Notícia

Nota de esclarecimento aos associados sobre a assembleia do dia 17.10.2017:

Desde a posse da atual diretoria, em janeiro de 2016, estamos nos esforçando para regularizar a ata que nos elegeu e que foi recusada através de Nota de devolução 1095 e 1170 do Cartório. De lá para cá, já efetuamos uma série de correções em atas antigas e, nesse processo, tivemos que colher a assinatura dos conselheiros antigos. Porém, infelizmente, não tivemos êxito, pois parte desses conselheiros se nega a assinar os documentos necessários.

Em maio de 2017, conseguimos finalizar parte da documentação e retornamos ao Cartório para efetuar registro. Novamente fomos surpreendidos pelo Cartorário, que nos apresentou mais 4 notas de devolução a cumprir, cujos respectivos números são: 2008, 2009, 2010 e 2011. Com isso, a situação ficou ainda mais difícil de ser cumprida. Para ajudar, contratamos a Sr. Vânia, que nos dará assistência na produção destas atas.

Como os senhores têm conhecimento, para poder tomar decisões e representar o Rio Branco, é preciso que o Presidente tenha seus atos regulados, por isso, ajuizamos uma ação civil para que a Justiça nos conceda a Administração Provisória do Clube. Por enquanto, o pedido foi negado na preliminar, mas ainda há chances de ele ser concedido no julgamento do processo, que já está em curso.

Por esses motivos, ressaltamos que a presença dos senhores associados é muito importante para a próxima assembleia, que será feita, exclusivamente, para concluirmos esta etapa de documentação, que finalmente nos permitirá representar o Clube frente a FPF e a qualquer negociação que envolva o Rio Branco Esporte Clube.

Americana, 06 de outubro de 2017

Valdir Ribeiro da Silva

Presidente

Deixe seu comentário